01 junho, 2008

179 - Quem se vende?

Foto: Shark

Compra-se

Compram-se seres humanos
Calados, domesticados
Que não pensem, nem opinem
Ao serem questionados.
Que não vejam, nem escutem
Nem se sintam incomodados.

Compram-se seres humanos
Que sejam modernizados.
Que andem sempre na moda
Felizes, etiquetados
Que propaguem e que convençam
Até os conscientizados.

Compram-se seres humanos
Totalmente desligados
Que não gostem de política
E estejam sempre ocupados
Que não sejam de esquerda
E nem sindicalizados.


Compram-se seres humanos
Famintos, desempregados,
Indecisos, inseguros,
Descalços, descamisados,
Menores, analfabetos,
E até informatizados.

Compram-se seres humanos
Idosos, aposentados,
Jovens e adolescentes
De preferência, os drogados
Que se sumam, consumindo,
Em tempos globalizados!!!
de Prof. Zé Maria
Eldorado dos Carajás

6 comentários:

shark disse...

Só mesmo neste blogue de categoria superior eu poderia ver uma foto do shark associada a Eldorado dos Carajás.
Aqui e em mais lado algum.
:-)

elvira carvalho disse...

Gostei.
Um abraço e uma boa semana

amigona avó e a neta princesa disse...

Fantástico este poema!Beijos...

Fernando Rodrigues disse...

Excelente a interligação foto/ texto, parabéns

Susete Evaristo disse...

Obrigada pelas vossas palavras amigos.
Gosto de todas as formas de arte mas estas duas (fotografia e poesia) considero que são de facto o complemento uma da outra.
A poesia porque só por si revela imagens inacreditáveis, a fotografia porque muitas valem por mil palavras e são autênticos poemas.
Juntar as duas é um trabalho desafiante, dada a qualidade dos trabalhos tanto o poético como o fotográfico. Dá-me mesmo muito gozo acreditem.

amigona avó e a neta princesa disse...

Beijos...