18 outubro, 2008

237 - O Morto

Foto: Charquinho

O Morto

Eu estava dormindo e me acordaram
E me encontrei, assim, num mundo estranho e louco...
E quando eu começava a compreendê-lo
Um pouco,
Já eram horas de dormir de novo!
Mario Quintana

6 comentários:

XICA disse...

Entendo agora a empatia entre nós.Brilhante escolha para esta foto, Susete, só mesmo uma alentejana para sentir assim.

Susete Evaristo disse...

Atão miga o "Kodakista" prantou-me um cemeteiro o que qué havia de lhajontar? O morto!

shark disse...

O kodakista é canonista mas concorda inteiramente com a opinião das duas alentejanas presentes nesta sala.
.-)

shark disse...

(Embora seja incrível coméque tu, melhéri, conseguiste afixar a vista no cemitério com tanta coisa gira pra ver na pelingrafia...)

Susete Evaristo disse...

É até podia nã ter visto mainada bastava ver o Cristo....mas vi!

Cila disse...

Bela mensagem!!
É bom estar de volta.
Beijo doce